A Caixa Econômica Federal publicou na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União a Circular n° 458, que define condições e procedimentos para a liberação de R$ 3 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a criação de uma linha de crédito para construtoras.

O crédito foi aprovado pelo Conselho Curador do FGTS em dezembro.

Na época, o Conselho decidiu ainda baixar a taxa de juros dos financiamentos habitacionais para trabalhadores com renda mensal de até R$ 2 mil. A taxa cairá dos atuais 6% ao ano mais TR para 5% ao ano mais TR. Os trabalhadores com este limite de renda que sejam titulares de contas do FGTS terão juros ainda mais baixos, de 4,5% ao ano mais TR.

O Conselho fixou o custo dos empréstimos às construtoras em 7% ao ano mais TR, quando se tratam de empreendimentos de habitação popular - unidades com valor de mercado de até R$ 130 mil. No caso de projetos habitacionais voltados para a classe média, as empresas terão de pagar 9% ao ano mais TR.

Leia mais sobre FGTS

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.