Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Caixa diz que vai entrar na competição por outros bancos

A Caixa Econômica Federal também vai buscar as oportunidades para a compra de outros bancos neste novo cenário de concorrência e concentração bancária que surgiu com a crise financeira internacional. Segundo o vice-presidente de Finanças da Caixa, Márcio Percival, o momento atual é de um processo brutal de concentração bancária e, neste contexto, todos os bancos vão ter que se instrumentalizar para enfrentar a concorrência.

Agência Estado |

 

"Banco público está nessa concorrência, está nessa competição", disse.

Questionado se a Caixa iria entrar na competição comprando outras instituições, Percival disse: "É claro. Vamos sim, quer seja numa atitude preventiva ou para ampliar a capacidade da Caixa de enfrentar a concorrência".

Diante das perguntas dos jornalistas à direção da Caixa sobre quais bancos estariam na mira da instituição, o vice-presidente de Controle e Risco, Marcos Vasconcelos, respondeu: "Se tivesse, não falaria".

A presidente da Caixa, Maria Fernanda Coelho, disse que a Medida Provisória 443 abre uma oportunidade "extraordinária" para o banco. "A MP nos dá condições de competição", disse. Com a MP, a Caixa poderá ter uma financeira, uma empresa de leasing e uma distribuidora de títulos e valores mobiliários. Sobre a possibilidade de os deputados definirem um prazo de validade de dois anos para as operações previstas na MP 443, a presidente evitou polêmica com a Câmara. "Essa é uma decisão que cabe apenas aos deputados e às lideranças partidárias", disse.

Leia mais sobre Caixa Econômica Federal

Leia tudo sobre: caixa econômica federal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG