A arrecadação das loterias da Caixa Econômica Federal registrou um aumento de 30% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2009, passando de R$ 1,443 bilhão para R$ 1,87 bilhão. "Nós batemos nossa meta de arrecadação, que era de R$ 1,740 bilhão", afirmou o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Wellington Moreira Franco.

A arrecadação das loterias da Caixa Econômica Federal registrou um aumento de 30% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2009, passando de R$ 1,443 bilhão para R$ 1,87 bilhão. "Nós batemos nossa meta de arrecadação, que era de R$ 1,740 bilhão", afirmou o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Wellington Moreira Franco. A Mega-Sena continua sendo o destaque na captação das apostas. Nessa modalidade, a arrecadação saltou de R$ 594 milhões no primeiro trimestre de 2009 para R$ 868 milhões no mesmo período deste ano. "Isso prova a tese de que o bom apostador gosta de prêmios altos", afirmou Moreira Franco.<p><p>O vice-presidente da Caixa disse ainda que é preciso melhorar o valor dos prêmios para, dessa forma, ampliar a arrecadação. No Brasil, o prêmio corresponde a 30% da arrecadação, sendo que em outros países como Estados Unidos esse porcentual corresponde a 60% e na Argentina, 50%. O prêmio brasileiro é mais baixo porque o grosso da arrecadação com as apostas é destinado para financiar programas sociais. Mas, segundo Moreira Franco, é um debate que precisa ser feito pelo Congresso.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.