SÃO PAULO - O grupo industrial italiano CAI anunciou ter estendido sua oferta pela Alitalia. A empresa, que esperava uma resposta para sua proposta até o próximo dia 15 deste mês agora colocou como prazo limite para o negócio o dia 31 também deste mês.

A companhia tenta já há alguns meses adquirir o controle da aérea italiana que enfrenta sérios problemas financeiros e a ameaça de ser impedida de operar. Ela chegou a retirar a proposta por divergências com sindicatos de trabalhadores da Alitalia, mas voltou atrás após um acordo com os sindicalistas, patrocinado pelo primeiro-ministro do país, Silvio Berlusconi. Sua intenção é absorver a parte saudável da companhia, deixando a parte endividada para ser liquidada pelo governo.

Segundo um porta-voz do consórcio italiano, a extensão do prazo "dá tempo para que a CAI termine o trabalho necessário" para poder assumir a Alitalia. No dia 28 deste mês será realizada uma reunião de acionistas para modificar o status societário da companhia, de forma a adequá-la às exigências legais para operar uma empresa aérea.

O grupo industrial tem esperanças, ainda, de relançar a Alitalia no início de novembro. Além dela, também têm interesse em participações minoritárias na companhia recuperada a alemã Lufthansa e a franco-holandesa Air France-KLM.

(José Sergio Osse | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.