Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Caged: setor agropecuário liderou geração de empregos em junho

São Paulo, 17 - O setor agropecuário registrou a maior geração de empregos em junho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados hoje pelo Ministério do Trabalho. O levantamento mostra que o agronegócio foi responsável pela criação de 92.

Agência Estado |

580 dos 309.442 postos de trabalho registrados no período, número recorde para todos os meses desde a série histórica que começou em 2003.

Em nota, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirma que o bom desempenho do setor se deve a fatores sazonais. "O período da safra começa a acontecer a partir desse mês. Além disso, há o investimento em tecnologia de ponta que faz com que a produção melhore. Outro fator é a exportação. O Brasil está exportando muito, batendo todos os recordes e isso ajuda com que o empresário invista mais e queira mais trabalhadores", analisou.

Segundo o Ministério, o recorde do setor agrícola em junho foi 15,22% superior ao registrado anteriormente em junho de 2005. Em comparação à maio, o crescimento foi de 5,67%. Lupi afirmou que o cultivo de café, especialmente em Minas Gerais, foi o responsável pela elevação. "O Estado foi responsável por 38.869 dos 40.067 empregos gerados pela atividade cafeeira. Outro destaque é a produção de uva, cujos maiores índices de criação de postos de trabalho foram verificados em Pernambuco e na Bahia."

No comparativo regional, a região Sudeste mais uma vez apresenta os maiores índices de geração de emprego. Foram registrados 194.732 postos de trabalho, o que representa um crescimento de 1,16% em relação a maio. O destaque ficou por conta do Nordeste, que aparece em segundo lugar no período, com 39.972 empregos criados.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG