Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cafeicultores colombianos propõem comprar Starbucks

Bogotá, 23 nov (EFE).- O gerente da Federação Colombiana de Cafeicultores (Fedecafé), Gabriel Silva, propôs uma aliança entre os países produtores do grão - entre os quais o Brasil tem a maior produção mundial - para comprar a cadeia de cafeterias americano Starbucks e ter assim um canal de distribuição próprio.

EFE |

O diretor assinalou em entrevista publicada pelo jornal "El Tiempo" que, aproveitando a queda das ações da Starbucks de US$ 45 para US$ 8, devido à crise financeira, proporá aos países produtores "fazer um esforço" para comprar a rede de cafeterias.

"Poderíamos nos unir todos para comprar essa empresa e termos assim um canal de distribuição próprio, controlado pelos países produtores", disse Silva.

O gerente da Fedecafé assegurou que essa compra reforçaria a luta pela origem do café e os cafeicultores chegariam diretamente ao consumidor através do maior distribuidor do mundo.

"O desafio que proponho não é tão grande: com US$ 200 milhões ou US$ 300 milhões, o mundo cafeicultor poderia ter o controle da Starbucks. Antes isso era impensável, um sonho", acrescentou.

Com uma produção de 12 milhões de sacos de 60 quilos prevista para este ano, a Colômbia é o terceiro produtor de café do mundo, depois do Brasil - que exporta em torno de 18 milhões - e do Vietnã.

EFE fer/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG