BRASÍLIA - O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) afirmou nesta quarta-feira, após reunião do Conselho Político da Coalizão, que o projeto que regulamenta o Cadastro Positivo, mecanismo que pode reduzir o custo do dinheiro no País, poderá ser votado ainda hoje na Câmara dos Deputados.

"O presidente Lula pediu para evitar qualquer tipo de desalinhamento entre a base governista. É importante que se vote projetos que ajudem a minimizar os efeitos da crise. O Cadastro Positivo é um deles e devemos votá-lo ainda hoje. Vamos tentar chegar em um acordo com os democratas", ressaltou o deputado.

Segundo o ministro de Relações institucionais, José Múcio Monteiro, a ordem do presidente aos líderes é fazer um trabalho conjunto a fim de votar os projetos que são de interesses ao combate a crise. "O presidente expôs a necessidade de se fazer um trabalho conjunto, visto que alguns projetos estão parados no Senado ou na Câmara. Por exemplo, hoje o Fontana (deputado Henrique Fontana, líder do governo na Câmara) conclamou os líderes para que este projeto (do cadastro positivo) seja votado", acrescentou.

De autoria do deputado Bernardo Ariston (PMDN-RJ), o projeto que regulamenta o Cadastro Positivo funcionaria como um banco de dados com todas as informações sobre empréstimos, financiamentos, pagamentos feitos em dia ou com atrasos.

Leia mais sobre cadastro positivo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.