Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cadastro para seguro-desemprego no R.Unido tem maior queda desde 1997

Londres, 17 mar (EFE).- O número de pessoas cadastradas para receber o seguro-desemprego no Reino Unido registrou em fevereiro sua maior queda mensal desde novembro de 1997, informou hoje o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês).

EFE |

O total de pessoas com direito ao benefício caiu em 32.300 durante o mês passado, para 1,59 milhão, o que equivale a 4,9% da população economicamente ativa, acrescentou a ONS.

Já entre novembro e janeiro últimos, 33 mil pessoas conseguiram emprego no país, o que fez a taxa de desocupados cair para 7,8% (2,45 milhões de pessoas), inferior à de 7,9% prevista pelos analistas.

Segundo os dados anunciados hoje, o desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos recuou em 34 mil no trimestre novembro-janeiro, para 715 mil. No entanto, o total de desempregados com mais 50 anos ou mais subiu em 14 mil, para 398 mil.

Após a divulgação das estatísticas, a ministra do Trabalho e Previdência, Yvette Cooper, disse que as quedas registradas são uma boa notícia. Porém, destacou ela, é preciso "cautela", já que a crise econômica ainda não acabou e é preciso ajudar os desempregados.

"Sabemos que as coisas serão difíceis por algum tempo. O desemprego nos anos 1980 e 1990 aumentou anos depois que as recessões acabaram", acrescentou Cooper.

A queda do desemprego é uma boa notícia para o Governo do trabalhista Gordon Brown, já que, nos próximos meses, acontecerão as eleições gerais britânicas. EFE vg/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG