O ex-banqueiro Salvatore Cacciola permanecerá no presídio Ary Franco, no bairro de Água Santa, zona norte do Rio, segundo nota de esclarecimento da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). No início da tarde, os advogados do ex-banqueiro, Carlos Ely Eluf, Guilherme Eluf e Alan Bousso saíram de um encontro com o subsecretário-adjunto da Seap coronel Francisco Spargoli, na Seap, informando que Cacciola seria transferido para a penitenciária de Bangu 8, na zona oeste, por ter direito a ficar em cela especial por ter curso superior.

O banqueiro é economista.

Spargoli confirmou à Agência Estado que tinha dito aos advogados não ver problema na transferência já que Cacciola tem curso superior. "O secretário(Cesar Rubens Monteiro de Carvalho) achou por bem esperar decisão judicial para fazer a transferência", esclareceu Spargoli. O coronel informou também que se Cacciola tiver que dormir no Ary Franco, ele ficará em cela comum.

Na nota, a Secretaria informa que "em contato realizado pelo Gabinete da Seap em consulta à Vara de Execuções Penais (VEP), o órgão também não recebeu qualquer petição ou documentação que provocasse a avaliação da possibilidade desta transferência". Segundo a nota, "de acordo com o secretário, Salvatore Cacciola permanecerá no Ary Franco, até que a Justiça, único órgão que possui esta autonomia, determine a transferência do interno supracitado". Spargoli afirmou que, se houver determinação judicial, pode haver transferência após 18 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.