Tamanho do texto

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que está preocupado com relação à viabilidade das montadoras americanas e pediu aos congressistas norte-americanos que trabalhem na próxima semana para liberar os US$ 25 bilhões em empréstimos já autorizados pelo governo.

"É importante que o Congresso atue na próxima semana sobre o plano", disse Bush em um breve comentário sobre a economia. "E é importante assegurar que o dinheiro dos contribuintes seja devolvido se qualquer quantia for dada às companhias", afirmou.

Bush não deu indicações se estava suavizando sua posição contra o uso de fundos do pacote de socorro para o mercado financeiro do Departamento do Tesouro de US$ 700 bilhões para ajudar as montadoras, uma posição defendida pelos Democratas no Congresso.

Os comentários de Bush foram feitos no momento em que os executivos das Três Grandes de Detroit - General Motors, Ford e Chrysler - renovam seu pedido por um socorro do governo de US$ 34 bilhões em uma audiência no Congresso. "Eu estou preocupado com relação à viabilidade das companhias de automóveis, eu estou preocupado com aqueles que trabalham para as montadoras e suas famílias e, da mesma forma, eu estou preocupado com relação ao dinheiro de impostos que está sendo oferecido àquelas companhias que não podem sobreviver", disse Bush. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.