Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bush: medidas do governo para ajudar economia precisam de tempo para ter efeito

O presidente George W. Bush fez um alerta nesta sexta-feira contra os maus resultados do desemprego no país, afirmando que ainda levará tempo para que as medidas adotadas pelo governo para melhorar a economia surtam o efeito esperado.

AFP |

Bush destacou, por outro lado, que sinais "animadores" já podem ser vistos.

"Recebemos hoje os números mensais do emprego, que refletem as dificuldades que nossa economia enfrenta", disse o presidente em um comunicado.

"O governo federal tomou medidas firmes e resolutas contra esta situação. Mas ainda levará tempo para que estas medidas produzam o efeito desejado sobre uma economia com a qual lutam muitos americanos", afirmou.

"Mas", acrescentou Bush, "vimos sinais alentadores nos últimos dias".

A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, já havia indicado que as cifras excepcionalmente ruins do desemprego nos Estados Unidos em outubro são um lembrete sobre a importância de colocar em prática as medidas federais aprovadas para conter a crise do crédito.

"Os números do emprego nos lembram de forma crua o essencial, que é continuar concentrando nossos esforços nas ferramentas das quais dispomos neste momento para devolver a nosso país a vigorosa criação de empregos que vimos nos últimos anos", disse Perino.

"Sabemos as razões principais do problema - a penúria do crédito e os mercados imobiliários - e temos os instrumentos para resovê-las. Os programas que adotamos vão melhorar o fluxo de crédito destinado aos consumidores e às empresas, que por sua vez estimularão o crescimento, a criação de empregos e a estabilização de nossos mercados financeiros", concluiu a porta-voz.

lal/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG