SÃO PAULO - A conferência internacional para discutir a crise e como reformar o sistema financeiro mundial está marcada para 15 de novembro. A notícia foi passada pela porta-voz da Presidência dos Estados Unidos, Dana Perino.

Foi o presidente americano George W. Bush quem convidou líderes do G-20 para se encontrarem em Washington a fim de estudar uma resposta coordenada à crise financeira global.

O convite foi feito ao G-7 mais representantes de economias emergentes como Brasil, China, Índia e Arábia Saudita.

"A conferência oferecerá uma oportunidade importante para fortalecer a base do capitalismo por meio da discussão de como os líderes podem ampliar seus compromissos com economias abertas e competitivas assim como a liberalização do comércio e do investimento", sustentou a Casa Branca.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.