colapso desordenado - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bush defende socorro a montadoras para evitar colapso desordenado

SÃO PAULO - O presidente americano George W. Bush comunicou hoje US$ 13,4 bilhões em empréstimos para evitar o colapso da General Motors (GM) e Chrysler.

Valor Online |

Outros US$ 4 bilhões estão disponíveis em fevereiro para as montadoras em dificuldades. "No meio de uma crise financeira e uma recessão, permitir que a indústria automobilística dos EUA quebre não é uma ação responsável", declarou o mandatário americano.

Em discurso em rede de TV antes da abertura dos mercados, Bush comentou que, sob outras circunstâncias, deixaria as empresas quebrarem, como punição pelas próprias decisões ruins tomadas, mas, em decorrência do ambiente econômico desaquecido, não houve outra opção senão a de socorrer.

O plano é contingente às companhias mostrarem que são financeiramente viáveis até 31 de março do ano que vem.

Segundo Bush, os empréstimos emergenciais são necessários para evitar um "colapso desordenado" da indústria automobilística. O objetivo é ganhar tempo para uma mudança na situação.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG