Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bush: colapso da AIG teria causado rupturas no mercado

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse hoje que o governo americano está pronto para adotar mais medidas para ajudar os mercados financeiros a lidarem com os sérios desafios decorrentes da longa crise de crédito.

Agência Estado |

Mais do que anunciar novas medidas, Bush reiterou sua preocupação com a economia e defendeu a recente intervenção do governo nas agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac e seu crédito de US$ 85 bilhões à segurado American International Group (AIG). Ao defender o socorro à AIG, Bush disse que o colapso da seguradora "poderia ter causado uma séria ruptura em nosso mercado financeiro e ameaçado outros setores da economia".

"Estas ações são necessárias e importantes e os mercados estão se ajustando às mesmas", disse Bush, mencionando ainda medidas da comissão de valores mobiliários dos EUA (a SEC, Securities and Exchange Commission) e do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). "Nossos mercados financeiros continuam a lidar com sérios desafios. Como demonstram nossas ações recentes, minha administração está centrada em enfrentar estes desafios."

Os comentários do presidente, que duraram dois minutos, foram os primeiros sobre economia desde segunda-feira (dia 15), quando ele disse que o governo estava trabalhando para minimizar os danos causados pela crise financeira. "O povo americano pode estar certo que continuaremos a agir para fortalecer e estabilizar nossos mercados financeiros e reforçar a confiança do investidor", disse. As informações são da agência Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG