Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Buffett investirá US$ 5 bilhões no Goldman Sachs

O banco de negócios americano Goldman Sachs, cujo futuro parecia incerto após o desaparecimento de vários de seus concorrentes, pôde validar sua estratégia de independência, ao conseguir que o ícone dos mercados financeiros Warren Buffet contribuísse com um aporte de 5 bilhões de dólares.

AFP |

O investidor americano vai aplicar 5 bilhões de dólares no Goldman e pode duplicar essa aposta, a qualquer momento, nos próximos cinco anos, anunciou o próprio banco nesta terça-feira.

Segundo os termos do acordo, a holding Berkshire Hathaway, propriedade do milionário de Omaha (centro dos EUA), vai adquirir 5 bilhões de dólares de ações preferenciais "perpétuas", com rendimento anual de 10%, com opção de compra de outros 5 bilhões de dólares de ações ordinárias, cotadas a 115 dólares, "em qualquer momento, durante um prazo de cinco anos".

Goldman Sachs, que até a última segunda-feira era um dos grandes bancos de investimentos de Wall Street, ao lado do Morgan Stanley (ambos se transformaram em holdings na terça), informou que planeja captar "ao menos" 2,5 bilhões de ações ordinárias em uma oferta pública, um exercício ao qual poucos se atreveram nesse período de turbulência.

Nas operações eletrônicas posteriores ao fechamento da sessão oficial de Wall Street, o título do Goldman Sachs subia 8,12%, a 135,20 dólares, com um mercado que parecia apreciar a confirmação da estratégia do grupo.

Goldman Sachs é o maior banco de investimentos de Wall Street e o mais próspero, mas também é o último desse tipo, junto com o Morgan Stanley, após a absorção do Bear Stearns pelo JP Morgan Chase, em março; a declaração de quebra do Lehman Brothers; e a fusão do Merrill Lynch com o Bank of America, no início da semana passada.

vs/tt/LR

Leia tudo sobre: goldman sachs

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG