O megainvestidor Warren Buffett anunciou ontem que vai investir US$ 3 bilhões em ações da General Electric (GE) - empresa que já perdeu mais de 30% do seu valor de mercado este ano. Em comunicado, Buffett defendeu o investimento com o argumento de que a GE é o símbolo empresarial americano no mundo.

"Eu estou convencido de que a empresa continuará sendo bem-sucedida nos próximos anos", disse.

Não é o primeiro grande investimento de Buffett nesses dias de turbulência global. Na semana passada, sua empresa, a Berkshire Hathaway, já havia investido cerca de US$ 5 bilhões em ações do banco Goldman Sachs.

Além de aproveitar as oportunidades que surgem com a queda dos preços, o investidor parece ter se decidido, segundo analistas, a resgatar empresas-chave da economia americana para promovê-las e tentar, assim, contribuir para a superação da crise pela qual o país passa. Desde o agravamento da crise financeira, muitos investidores estão atentos a qualquer comentário ou movimento do investidor, apelidado de Oráculo de Omaha por causa de seus investimentos bem-sucedidos - é um dos três homens mais ricos do mundo.

Por isso, sua decisão de investir no Goldman Sachs e na General Electric, além da confiança que vem demonstrando no plano de resgate do governo americano, são recebidos como um sinal positivo nos mercados.

A intenção da General Electric, como já fez o próprio Goldman Sachs, é tentar aproveitar a confiança demonstrada por Buffett para captar a de outros investidores e aumentar, assim, seu capital nos próximos meses. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.