SÃO PAULO - A fabricante de eletrodomésticos BSH Continental informou nesta terça-feira ter demitido em dezembro passado 120 funcionários de sua fábrica instalada no município de Hortolândia, no interior paulista. Segundo a empresa, os cortes vieram após uma série de atividades de contenção de custos e racionalização.

O número revelado pela empresa, entretanto, difere das informações distribuídas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, de que 200 funcionários com doenças profissionais ou seqüelas de acidente de trabalho teriam sido desligados da unidade.

"A demissão atinge cerca de 200 trabalhadores com problemas de LER (Lesões por Esforços Repetitivos), de coluna, perda de audição e da capacidade laboral em conseqüência de acidente de trabalho, etc.", diz nota encaminhada pela entidade.

A BSH Continental, por sua vez, alega desconhecer a demissão de qualquer funcionário que tenha estabilidade legalmente reconhecida em razão de doença profissional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.