O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, ameaçou nesta quarta-feira Rússia e Ucrânia com ações na justiça por parte das companhias de gás européias, caso o fornecimento para a União Européia (UE) não seja restabelecido de maneira urgente.

"Quero enviar uma mensagem clara a Moscou e Kiev", declarou Barroso no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, leste da França.

"Caso não seja cumprido o acordo com a UE de forma urgente, a Comissão Européia aconselhará as companhias européias que levem o caso aos tribunais e pedirá aos Estados membros a adoção de uma ação coordenada para encontrar os meios alternativos de fornecimento de energia e de trânsito", acrescentou.

abd/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.