Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brown pede organismo mundial de supervisão que evite novas crises

Londres, 29 nov (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, ressaltou hoje a necessidade de a comunidade internacional criar um organismo supervisor global que permita evitar que se repita a crise financeira e econômica atual.

EFE |

"Temos um sistema financeiro global, mas não uma supervisão mundial do mesmo. Quando há crises financeiras internacionais e só é possível tomar medidas de caráter nacional, inevitavelmente esbarramos nos problemas que vimos", disse Brown.

O primeiro-ministro falou a membros do Partido Trabalhista em Londres e reivindicou uma maior cooperação internacional para enfrentar este problema e outros desafios como mudança climática, desigualdade social e violência terrorista.

O líder trabalhista citou os recentes atentados de Mumbai (antiga Bombaim), que mataram mais de 180 pessoas, como mostra de que "o isolamento não pode solucionar a maioria dos problemas enfrentados pelo mundo".

"Somos a primeira geração que tem a chance de construir uma sociedade verdadeiramente global. Temos que ser a primeira a construir essas instituições e assentar a cooperação mundial", disse Brown.

O primeiro-ministro reconheceu que os cidadãos de seu país sabem da dificuldade da situação, mas que foi necessária uma notícia como a do risco de quebra da popular cadeia de lojas de departamentos britânica Woolworths para que as pessoas "se dessem conta de que algo realmente de grandes proporções está acontecendo".

"Enfrentamos tempos extraordinários que exigem soluções extraordinárias, tanto do ponto de vista humano quanto do global. O que devemos fazer? Temos que abrir caminho rumo a uma cooperação mundial", questionou o premier. EFE fpb/ev/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG