Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brown encara crise como nascimento de nova ordem econômica

Londres, 26 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, afirmou hoje que a comunidade internacional deve enfrentar a atual crise financeira e econômica como o árduo nascimento de uma nova ordem global.

EFE |

Em discurso na Associação de Correspondentes Estrangeiros em Londres, o primeiro-ministro reclamou do "pessimismo" e das mensagens dizendo que a globalização econômica mundial "fracassou" e que seria necessário voltar a uma era de protecionismo.

"Como alguns querem, poderíamos fechar nossos mercados ao capital, aos serviços financeiros, ao comércio e ao trabalho, e, portanto, reduzir os riscos da globalização, mas isso reduziria o crescimento global", disse o governante.

Na opinião dele, esta opção "nos negaria os benefícios do comércio global e condenaria milhões de pessoas à pobreza".

A outra opção é "ver as ameaças e os desafios que enfrentamos hoje como o árduo nascimento de uma nova ordem global", argumentou Brown, acrescentando que "nossa tarefa consiste em fazer a transição, através de um 'novo internacionalismo', rumo a uma sociedade global em plena expansão".

"Temos que fazer os ajustes necessários para ter um futuro melhor e fixar as novas regras para esta nova ordem global", disse Brown, que caracterizou a crise como "um desafio sem precedentes, cuja solução precisa de uma mentalidade nova e de regras novas".

Brown fez este discurso três oficialmente que o Reino Unido está em recessão, após o Produto dias após ser divulgado Interno Bruto (PIB) cair pelo segundo trimestre consecutivo, entre outubro e dezembro passado, em 1,5%, o pior número registrado no país em quase três décadas. EFE fpb/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG