Bruxelas, 15 out (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e o presidente da Comissão Européia (CE), José Manuel Durão Barroso, defenderam hoje a continuidade do trabalho para consolidar a reforma do sistema financeiro internacional, com o objetivo de evitar uma nova crise como a atual.

Em um comparecimento conjunto prévio à cúpula que reunirá os líderes da União Européia (UE) hoje e amanhã, Brown e Barroso mostraram sua satisfação com o fato de a Europa ter sido capaz de pactuar uma resposta coordenada aos problemas do setor financeiro, mas afirmaram que é necessário seguir em frente, com reformas em uma escala mundial.

O primeiro-ministro do Reino Unido ressaltou que agora é preciso "passar à fase 2", em cooperação com outras economias mundiais, para resolver os problemas do sistema financeiro (pouca transparência e falta de supervisão, principalmente) que desencadearam a crise. EFE epn/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.