Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

British Airways terá que indenizar passageiros por cancelamentos

Londres, 12 fev (EFE).- A companhia British Airways teve que indenizar os passageiros que processaram a empresa por atrasos ou cancelamentos em seus voos, confirmou hoje um porta-voz à Agência Efe.

EFE |

As indenizações oferecidas, em virtude de uma recente sentença do Tribunal de Justiça Europeu, representam uma média de 388 libras (430 euros), segundo o jornal "The Times", mas o porta-voz disse que não pode confirmar essa informação, pois a empresa não dá números a respeito.

Os advogados que representam os passageiros afetados qualificaram a decisão do tribunal europeu de vitória histórica, porque impede que as companhias aéreas se refugiem nas "circunstâncias extraordinárias" para negar inclusive pequenas indenizações.

O tribunal emitiu seu veredicto em resposta a uma reivindicação apresentada por uma família austríaca por causa de um voo entre Viena e Brindisi, que a companhia Alitalia cancelou pouco antes da hora de saída prevista devido a um defeito descoberto no motor no dia anterior.

A princípio, a Alitalia se negou a pagar uma indenização de 260 euros, alegando uma cláusula segundo a qual o cancelamento foi devido a "circunstâncias extraordinárias que não poderiam ter sido evitadas mesmo com medidas razoáveis", algo que o tribunal não aceitou.

Segundo a imprensa britânica, os advogados que representam milhares de passageiros afetados pelo caos que aconteceu no ano passado, nos primeiros dias de funcionamento do terminal 5 do aeroporto londrino de Heathrow, poderão agora fazer valer esse veredicto do tribunal para exigir indenizações em nome de seus clientes. EFE jr/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG