Londres - O barril do petróleo Brent, de referência na Europa, subiu hoje mais de US$ 2 no final do pregão na Bolsa Intercontinental de Futuros de Londres (ICE Futures, em inglês) após estabelecer um novo recorde histórico de US$ 147,50 pela inquietação diante de um possível conflito entre Israel e Irã.

O barril do Brent para entrega em agosto fechou o dia a US$ 144,49 ICE Furtures, valor US$ 2,46 maior que no fechamento do dia anterior.

O pregão voltou a se caracterizar por uma grande volatilidade e o preço do petróleo do Mar do Norte oscilou entre US$ 141,62 e US$ 147,50, seu novo recorde histórico.

Segundo os analistas, a escalada do petróleo foi impulsionada, entre outros fatores, pela inquietação do mercado perante um possível conflito entre Israel e Irã.

O Irã, segundo maior produtor da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), fez esta semana vários testes com mísseis capazes de alcançar Israel, o que foi duramente condenado pelos Estados Unidos.

Outro fator que encarece o petróleo é a advertência de grupos rebeldes de retomar seus ataques contra instalações petrolíferas na Nigéria, primeiro produtor de petróleo da África.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.