Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Braskem conseguiu reduzir seu prejuízo nos três últimos meses de 2009 e registrou perda de R$ 893 milhões. Um ano antes, o prejuízo tinha sido bem maior, de R$ 2,138 bilhões.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561460204&_c_=MiGComponente_C

A companhia notou que a adesão ao programa de parcelamento de débitos (Refis) do governo teve um impacto negativo no resultado do trimestre mais recente.

No ano passado completo, a empresa do setor petroquímico obteve lucro, de R$ 917 milhões, invertendo o rumo tomado nos 12 meses antecedentes, quando perdeu R$ 2,457 bilhões.

"O bom desempenho operacional e a apreciação do real perante o dólar proporcionaram a recuperação dos resultados da companhia", destacou a Braskem.

Entre outubro e dezembro de 2009, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu 6%, para R$ 614 milhões, no comparativo aos R$ 577 milhões obtidos em mesmo período de 2008. A receita líquida somou R$ 4,253 bilhões, próximo do montante registrado no quarto trimestre do calendário antecedente, de R$ 4,273 bilhões.

Os custos dos produtos vendidos (CPV) somaram R$ 3,680 bilhões no trimestre até dezembro de 2009, com alta de 4% perante os R$ 3,554 bilhões dos três meses finais de 2008.

Leia mais sobre Braskem

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.