Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Braskem e Dow estudam projetos com etanol em SP

O vice-governador de São Paulo, Alberto Goldman, disse ontem que as empresas Braskem e Dow Chemical estudam a implantação de projetos alcoolquímicos dentro do Estado. Seriam dois grandes projetos, em associação com usineiros, afirmou o vice-governador, que participou do Fórum Cogen-SP/Canal Energia, sobre o mercado de co-geração de energia elétrica.

Agência Estado |

Goldman informou ainda que o governo paulista prepara medidas de incentivo para o desenvolvimento de pólos alcoolquímicos - que consistem no uso do etanol para produção de matérias-primas de resinas plásticas, como o polipropileno. Uma dessas medidas é a publicação de um decreto que estabelece o diferimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para ativos fixos, que deve sair em breve. "O imposto não é cobrado no início e só é pago quando se começa a vender o produto", disse.

Segundo Goldman, o uso do etanol na indústria petroquímica já é uma realidade e já existem projetos nessa linha. Ele lembrou que o Estado de São Paulo tem um grande potencial para receber pólos petroquímicos, por concentrar o maior número de usinas produtoras de etanol do País.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG