Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Braskem conclui consolidação ao incorporar Ipiranga e Paulínia

SÃO PAULO - A petroquímica Braskem anunciou o passo final para a consolidação petroquímica da qual vem participando desde o ano passado. A empresa obteve aprovação em assembléia para incorporar a Petroquímica Paulínia (PPSA) e a parcela cindida da Ipiranga Química (IQ) consistente nas participações na Ipiranga Petroquímica (IPQ) e na ISATEC - Pesquisa Desenvolvimento e Análises Químicas Ltda.

Valor Online |

No total essa incorporação é avaliada R$ 3,4 bilhões e a Braskem afirma que vai emitir ações preferenciais para os minoritários da IPQ, equivalente a 0,3% do capital Braskem.

A empresa lembra que a Copesul, que também estava incluída na operação de aquisição dos ativos petroquímicos do Grupo Ipiranga, foi incorporada pela Ipiranga Petroquímica no dia 11 de setembro de 2008 e com a incorporação da IPQ passa também a integrar a Braskem.

Antes da incorporação a Braskem detinha 100% do capital total de IQ e de PPSA e 99,3% do capital total de IPQ. A Braskem afirma que vai emitir 1.506.061 ações preferenciais classe "A" para entregar aos acionistas minoritários da Ipiranga Petroquímica, representando 0,3% do capital total da empresa.

Com a incorporação, o capital social da Braskem será aumentado para R$ 5,4 bilhões, divididos em 524.391.654 ações, sendo 196.714.190 ordinárias, 326.874.398 preferenciais classe "A" e 803.066 preferenciais classe "B".

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG