Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil tem superávit de US$ 57 milhões no comércio com EUA em maio

Washington, 11 jul (EFE) - O Departamento de Comércio americano informou hoje que o Brasil, que teve em abril um déficit de US$ 146 milhões no comércio de bens com os Estados Unidos, registrou em maio um superávit de US$ 57 milhões. Entre janeiro e maio, o Brasil acumulou um déficit de US$ 344 milhões, comparado a um superávit de US$ 890 milhões no mesmo período do ano anterior, informou hoje o Departamento. O órgão também assinalou que o superávit dos países da América Latina e do Caribe em comércio de bens com os Estados Unidos caiu 1,1% em maio, para US$ 8,7 bilhões. O superávit nos cinco primeiros meses deste ano somou US$ 40,4 bilhões, comparado com US$ 39,6 bilhões no mesmo período de 2007.

EFE |

A região contabilizou em maio 12,2% do déficit total no comércio de bens dos EUA.

O México, que faz parte do Acordo Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, em inglês), representou quase 80% do superávit comercial da América Latina e do Caribe com os EUA.

O superávit do México em comércio de bens com os EUA diminuiu de US$ 6,8 bilhões em abril para US$ 6,5 bilhões em maio.

Nos cinco primeiros meses deste ano, o superávit mexicano foi de US$ 30 bilhões, comparado com US$ 27,9 bilhões no mesmo período do ano anterior.

O déficit da Argentina em comércio de bens com os EUA aumentou de US$ 19 milhões em abril para US$ 308 milhões em maio.

Nos cinco primeiros meses do ano, o déficit argentino somou US$ 633 milhões, comparado com US$ 361 milhões no mesmo período do ano anterior.

O Chile passou de um déficit de US$ 221 milhões em abril para US$ 606 milhões em maio.

Nos cinco primeiros meses do ano, o Chile somou um superávit de US$ 1,09 bilhão, similar aos US$ 1,08 milhão no mesmo período do ano passado.

A Colômbia, que registrou em abril um superávit de US$ 189 milhões, teve, em maio, um saldo positivo de US$ 459 milhões.

Entre janeiro e maio, a Colômbia conseguiu um superávit de US$ 730 milhões, comparado com um de US$ 163 milhões nos cinco primeiros meses de 2007.

O superávit da Venezuela subiu de US$ 2,9 bilhões em abril para US$ 3,8 bilhões em maio. O superávit venezuelano nos cinco primeiros meses deste ano foi de US$ 15,6 bilhões, comparado com US$ 10 bilhões no mesmo período de 2007.

O déficit comercial americano foi inesperadamente reduzido em 1,2% em maio, para US$ 59,8 bilhões, diante dos US$ 60,9 bilhões em abril. Os analistas de Wall Street esperavam que o déficit em maio chegasse a US$ 62,5 bilhões devido aos elevados preços do petróleo.

As estatísticas publicadas hoje revelam que tanto importações quanto exportações registraram níveis recordes. EFE tb/fh/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG