BRASÍLIA - O Banco Central (BC) explicou há pouco que o crédito de US$ 30 bilhões do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, somente será usado se houver interesse do governo brasileiro. Caso o saque aconteça, os recursos vão para as reservas internacionais do país.

O BC salientou ainda que não haverá custo na operação, ou seja, não será cobrada variação cambial ou juros. Na data de liquidação, prevista para 30 de abril de 2009, cada uma das partes devolve o valor que recebeu.

Ainda não está decidido se o governo brasileiro vai usar os recursos ou não. Em caso afirmativo, os recursos serão empregados com a mesma finalidade que as reservas nos últimos dias, ajudando a irrigar o mercado de câmbio e prover crédito para as operações de comércio exterior.

O swap de troca de moedas entre o BC e o Fed deverá ser regulamentado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que tem uma reunião ordinária prevista para amanhã.

(Azelma Rodrigues | Valor online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.