Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil pode operar com vários modelos de exploração do pré-sal, diz ANP

O presidente da Agência Nacional do Petróleo, Haroldo Lima, disse nesta quarta-feira que a o Brasil pode trabalhar com a idéia de não ter um modelo único de exploração e produção de petróleo na camada pré-sal.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Segundo Lima, os blocos já leiloados possuem reservas estimadas em 80 bilhões de petróleo e gás.

Em audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, Haroldo Lima anunciou também que as atividades da comissão interministerial que analisa o modelo de exploração do pré-sal devem ser concluídas no início de dezembro. 

A idéia não é apresentar uma proposta fechada, também não é apresentar uma proposta aberta com diversas alternativas. O presidente nos pediu uma opinião e nós vamos apresentar uma opinião que tenha uma linha dorsal com diversas alternativas para o próprio presidente da república escolher a alternativa que achar mais conveniente", afirmou.  

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defende a aplicação dos recursos do pré-sal em educação. O ministro de Minas e Energias, Edison Lobão, também cogita aplicar o dinheiro em um fundo soberano.

Leia mais sobre a exploração do petróleo e gás

Leia tudo sobre: petroleopetróleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG