Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil Ecodiesel reestrutura dívida de R$ 205 milhões

SÃO PAULO - A Brasil Ecodiesel informou nesta quinta-feira a renegociação de débitos que somam R$ 205,868 milhões, montante que corresponde a 82,65% de sua dívida financeira. Com o acordo, a empresa terá prazo de 48 meses para liquidar essas obrigações, sendo 12 meses de carência.

Valor Online |

A maior parte dos débitos foi renegociada com os bancos Bradesco, Fator, Fibra, BMG, Daycoval e Cédula, um montante de R$ 140,1 milhões. O acerto teve como garantia real as cinco unidades industriais da empresa, 18 fazendas e o parque de máquinas das usinas localizadas em Rosário do Sul (RS) e São Luís (MA).

A empresa informou ainda um reforço no capital de giro com um empréstimo de R$ 53,337 milhões. Os credores serão Bradesco, Fator, Fibra, BMG e ABN Amro Real, além de Nelson José Côrtes da Silveira, fundador da Brasil Ecodiesel e um de seus principais acionistas. Entre junho e julho, Silveira concedeu dois empréstimos à empresa, que, somados, chegaram a R$ 30 milhões. O valor equivalia a pouco mais de cinco vezes o que a companhia tinha em caixa no fim de março.

Os R$ 53,3 milhões já incluem os R$ 10 milhões captados no dia 24 de julho, segundo a empresa. Metade desses R$ 10 milhões foi financiada por Silveira. A outra metade coube aos bancos Fibra, Fator e ABN Amro.

A anúncio da reestruturação de seus débitos fez a empresa adiar em algumas horas a apresentação de seus resultados financeiros do segundo trimestre. Esperado para logo depois do fechamento da bolsa na quinta-feira, o balanço ficou para ser divulgado na madrugada de quinta para sexta-feira.

A Brasil Ecodiesel foi a vencedora em todos os leilões de venda de biodiesel realizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No mercado, a empresa sempre foi acusada pela concorrência de adotar nos leilões uma estratégia de ofertar biodiesel com preços baixos para garantir a vitória. Em leilão realizado nesta quinta-feira, quatro unidades da empresa arremataram, somadas, 63,5 milhões de litros, de um total de 264 milhões. Procurada, a empresa preferiu não conceder entrevista.

(Patrick Cruz | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG