Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil e Índia devem fechar posição comum sobre Rodada Doha da OMC

NOVA DÉLHI (Índia) - Brasil e Índia devem fechar, em até três semanas, uma posição comum sobre os temas mais importantes abordados na Rodada Doha, de liberalização do comércio mundial. Segundo o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, o presidente Lula e o primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, criaram hoje (15), em Nova Délhi, um programa de trabalho para discutir pontos comuns entre os dois países, o que poderá levar à conclusão da Rodada.

Valor Online |

"Houve uma reafirmação da vontade política dos dois lados de concluir [a Rodada] e vamos tratar desses temas", afirmou Amorim, acrescentando que Brasil e Índia também criaram uma comissão de monitoramento das relações comerciais entre os dois países, o que permitirá avaliar problemas específicos que possam surgir.

Na última discussão em torno da Rodada Doha da Organização Mundial de Comércio (OMC), em julho, Brasil e Índia discordaram em alguns pontos. O Brasil aceitou os termos negociados no acordo, mas a Índia emperrou as discussões ao exigir a ampliação do uso das salvaguardas, para se defender do surto de importações.

No mês passado, a Índia chegou a fazer uma reclamação à OMC, sugerindo que o Brasil teria feito acordo para a abertura de mercados do etanol brasileiro, em troca da aprovação da Rodada naqueles termos. Depois do desentendimento, os dois países voltaram a dialogar e voltaram a se entender.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG