BRASÍLIA - Representantes dos governos do Brasil e dos Estados Unidos e da Organização Mundial do Comércio (OMC) vão se reunir em Genebra nas próximas segunda-feira (2) e quarta-feira (4) para discutir mais uma vez o subsídio norte-americano à produção de algodão. A intenção é que seja definido se os Estados Unidos vão cortar os subsídios aos agricultores, conforme já determinado pela OMC.

Segundo informações de fontes ouvidas pela Agência Brasil, caso não se chegue a um consenso sobre o prazo para a mudança da política de concessão de ajuda aos cotonicultores norte-americanos ou sobre o quanto será cortado, serão discutidos os setores nos quais os Estados Unidos poderão ser retaliados.

A preferência dos produtores brasileiros da fibra é pelo corte da ajuda financeira aos concorrentes norte-americanos, o que possibilitaria elevação dos preços. Se isso não ocorrer, os cotonicultores esperam algum tipo de compensação para o setor, como diminuição das tarifas de entrada dos produtos têxteis brasileiros nos Estados Unidos.

Leia mais sobre: Organização Mundial do Comércio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.