Tamanho do texto

Reação dos dois países à crise financeira, sem atropelos ao livre comércio, foi bem recebida pela comunidade econômica mundial

A reação do Brasil e da China à crise econômica, sem atropelos às práticas de livre comércio, foi bem recebida pela comunidade econômica mundial. Em outras palavras: como mostra a edição deste ano do relatório Viabilidade Comercial Global ("Global Enabling Trade Report 2010"), elaborado pelo World Economic Forum, com a participação de 125 países, o temor em relação à adoção de barreiras protecionistas acabou não se confirmando.

Brasil (87º) e China (48º) mantiveram as mesmas posições no ranking em relação ao levantamento de 2009, enquanto Índia e Rússia caíram de 76º a 84º e de 109º para 114º, respectivamente. Cingapura e Hong Kong continuam como as economias mais abertas do planeta, ocupando a primeira e a segunda posição no ranking do Índice de Viabilidade Comercial (IVC) , seguido pela Dinamarca, Suécia e Suíça.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.