Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil discute nova proposta para Rodada Doha

No meio da noite, uma nova proposta foi apresentada na Organização Mundial do Comércio (OMC) para o corte de tarifas industriais do Brasil no âmbito da Rodada Doha, liberalizando parte das importações. O embaixador Roberto Azevedo, negociador-chefe do País, admitiu no início da madrugada, pelo horário de Genebra (Suíça), que novos números estavam sendo discutidos.

Agência Estado |

Amorim, irritado e visivelmente preocupado, chegou a deixar a OMC por uma hora, antes de retornar em plena madrugada, para a rodada final de negociações. "Não vou falar nada", disse.

Com as economias emergentes pressionadas por fazerem concessões e liberalizarem suas economias, os governos na OMC entram pela madrugada para tentar salvar a Rodada Doha, sete anos depois de seu lançamento.

"O Brasil precisa entender que não é mais um país em desenvolvimento. É um país competidor e assim será tratado nas negociações. Por esse motivo é que precisa fazer concessões no setor industrial", alertou o secretário de Desenvolvimento Econômico da Itália, Adolfo Urso.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG