O Brasil deve superar a Argentina em área plantada com transgênicos no prazo de duas safras. A projeção é do representante do Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia, Anderson Galvão.

Segundo ele, isso vai depender da manutenção do atual ritmo de trabalho da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança, responsável por avaliar, estabelecer normas e liberar ou descartar o uso de sementes. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.