Tamanho do texto

SÃO PAULO - A meta de exportações do Brasil no próximo ano será de US$ 168 bilhões, anunciou nesta terça-feira o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A cifra supera o total de vendas externas acumuladas nos últimos 12 meses, de US$ 154 bilhões. Para 2009, a previsão do ministério é que as exportações fiquem entre US$ 155 bilhões e US$ 160 bilhões, embora a meta seja de US$ 160 bilhões.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237574040790&_c_=MiGComponente_C

"O Brasil começou 2009 com efeitos muito severos da crise financeira mundial, mas teve relativa recuperação ao longo do ano, o que nos faz acreditar na recuperação das exportações brasileiras em 2010", afirmou o secretário de Comércio Exterior do ministério, Welber Barral, que apresentou a meta durante o 29º Encontro Nacional de Comércio Exterior.

Segundo Barral, a meta é compatível com a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para as exportações no próximo ano.

De janeiro até a terceira semana de novembro, o Brasil exportou US$ 134,668 bilhões, valor 24,4% menor que o do mesmo período do ano passado.

Para alcançar a meta no próximo ano, o secretário destacou a necessidade de o Brasil continuar investindo na diversificação da pauta exportadora e dos mercados de destino.

"Precisamos recuperar espaço nos mercados dos Estados Unidos e da Europa, mas, segundo o FMI, a recuperação dos mercados será maior nos países em desenvolvimento, sobretudo na Ásia", afirmou.

Leia também:



Leia mais sobre: exportações

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.