Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Brasil busca acordo comercial entre Mercosul e R. Dominicana

Exportação de etanol aos Estados Unidos é um dos atrativos oferecidos pelo país caribenho

EFE |

O secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, deve chegar amanhã à República Dominicana com a intenção de promover a troca e sondar a possibilidade de avançar rumo a um acordo comercial com o Mercosul.

Barral fará uma série de reuniões com representantes do Governo e das empresas privadas da República Dominicana, convencido do "enorme potencial" que existe para ampliar os negócios entre os dois países, segundo explicou em entrevista à Agência Efe.

Em termos percentuais, a troca comercial bilateral teve um forte aumento nos primeiros meses deste ano e somou até o mês passado US$ 155 milhões, contra os US$ 118 milhões acumulados durante todo o 2009.

No entanto, os números continuam muito abaixo do potencial das duas economias, declarou Barral, que destacou o interesse do Brasil em aumentar suas importações para esse país, assim como em fomentar o investimento de empresas brasileiras no Caribe.

No caso da República Dominicana, indicou que já existem várias empresas do setor de etanol que operam nessa nação caribenha e se valem dos acordos comerciais que esse país tem com os Estados Unidos para entrar no mercado americano.

Além disso, disse que a República Dominicana está no foco dos empresários de outros setores, como o têxtil, que veem uma oportunidade de ampliar seus horizontes comerciais mediante os acordos que o país antilhano tem com a União Europeia (UE).

Segundo Barral, "a República Dominicana pode ser uma ponte para ampliar as exportações brasileiras rumo aos Estados Unidos e rumo a Europa e muitos empresários estão interessados nessa oportunidade".

Nesse sentido, disse que o Brasil, no marco de uma estratégia dirigida a diversificar seu comércio exterior, quer aumentar suas importações para toda a região do Caribe.

No caso da República Dominicana, assinalou que o Brasil estuda a possibilidade de ampliar as linhas de créditos para o financiamento de operações de comércio exterior com esse país, que neste momento têm um teto de US$ 700 milhões anuais.

"Achamos que é possível ampliar em 50%", declarou.

Sobre um possível acordo comercial entre a República Dominicana e o Mercosul, explicou que se trata de uma "ideia preliminar" que será discutida durante os próximos dias com membros do Governo dominicano.

Segundo Barral, trata-se de uma "iniciativa do Brasil", que assume em agosto a Presidência semestral do Mercosul, com a meta de iniciar negociações similares com outros países do Caribe.

O Mercosul tem acordos comerciais com vários países da região como parte da Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) e, na opinião de Barral, esses convênios podem servir de modelo para uma provável negociação do bloco com a República Dominicana.

Leia tudo sobre: República DominicanaMercosuletanol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG