Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bradespar quer captar R$ 1,4 bi com promissórias para manter fatia no bloco de controle da Vale

SÃO PAULO - A Bradespar pretende captar R$ 1,4 bilhão com emissão de notas promissórias com o intuito de manter a participação que possui indiretamente no bloco de controle da Vale do Rio Doce, diante da oferta primária de ações que a mineradora pretende fazer neste mês.

Valor Online |

Serão vendidas 1,4 mil notas com valor nominal de R$ 1 milhão cada e prazo de 180 dias de vencimento. A operação é coordenada pelo Bradesco BBI e pelo UBS Pactual, que oferecem garantia firme para a colocação na proporção de 50% cada. Os papéis pagarão remuneração de 106% da taxa do Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI).

Os recursos serão usados para subscrição de ações preferenciais resgatáveis que serão emitidas pela Valepar, empresa controladora da Vale, em uma operação que faz parte do processo de integralização do aumento de capital da mineradora. A Bradespar possui 21,21% do capital da Valepar, que, por sua vez, controla 52,29% das ações ordinárias da Vale.

No anúncio de início da distribuição das notas promissórias, a Bradespar afirma que as ações ordinárias da CPFL Energia detidas por ela serão dadas como garantia para a emissão, mas ressalva que os papéis da empresa de energia poderão ser vendidos sob a condição de que os recursos sejam usados na quitação da dívida de R$ 1,4 bilhão.

A oferta será destinada exclusivamente aos bancos coordenadores, investidores institucionais e investidores qualificados.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG