SÃO PAULO - Seguindo a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de reduzir a Selic em 1 ponto percentual, para 12,75% ao ano, o Bradesco e o Unibanco informaram na noite desta quarta-feira que vão diminuir as taxas de juros cobradas de seus clientes. A maior parte dos cortes será de 0,08 ponto na taxa mensal. No Bradesco, o custo menor vale a partir de amanhã, e, no Unibanco, na segunda-feira.

No caso do Bradesco, que detalhou as mudanças, a taxa máxima do cheque especial, por exemplo, vai cair de 8,64% para 8,56% ao mês, sendo que a mínima vai diminuir de 4,83% para 4,78%.

No crédito pessoal, a taxa mínima foi reduzida de 3,39% ao mês para 3,31% ao mês, e a máxima de 5,99% ao mês para 5,91% ao mês.

Para empresas, a linha de capital de giro opera com taxas a partir de 2,68% ao mês, contra uma mínima de 2,76% antes da queda da Selic. A taxa máxima caiu de 5,12% ao mês para 5,04% ao mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.