Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BP paga US$ 7 bilhões por ativos no Brasil e Golfo do México

LONDRES - A petrolífera britânica BP acertou a compra de ativos da Devon Energy no Brasil, Golfo do México e Azerbaidjão por US$ 7 bilhões, em negócio que segue o anúncio recente da Devon de que pretende direcionar seus recursos para atividades em campos terrestres nos Estados Unidos.

Reuters |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561655142&_c_=MiGComponente_C

As companhias anunciaram nesta quinta-feira que a BP também concordou em vender para a Devon participação de 50% em ativos de areias oleosas (oil sands) em Alberta, Canadá, por US$ 500 milhões e que as duas companhias formarão uma joint-venture para desenvolver esses ativos.

O acordo dá à segunda maior petrolífera da Europa em valor de mercado reservas que ajudarão a empresa a cumprir meta de elevar a produção em 1% a 2% ao ano na próxima década.

Analistas afirmam que é difícil avaliar se a BP está pagando um bom preço pelos ativos uma vez que os campos ainda estão sendo explorados.

Bacia de Campos

O acordo também dá à BP ingresso no Brasil, objetivo que o presidente-executivo, Tony Hayward, vinha há tempos buscando.

Entretanto, os ativos brasileiros da Devon estão na bacia de Campos, e não de Santos, onde as maiores descobertas dos últimos anos foram feitas.

Leia mais sobre: petróleo

Leia tudo sobre: bacia de camposdevonpetroleopetrolíferaspetróleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG