Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa volta ao território negativo perdendo 0,18%

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) briga para sustentar os ganhos do período da tarde. O ritmo de compras, que chegou a puxar alta superior a 2%, perde força junto com o preço do petróleo no mercado internacional.

Valor Online |

Faltando cerca de meia hora para encerramento dos negócios, o Ibovespa recuava 0,18%, para 39.333 pontos, com giro financeiro em R$ 3,93 bilhões.

Prejudicando o sentimento dos investidores, o humor em Wall Street também virou, com Dow Jones e Nasdaq recuando 0,82% e 0,37%, respectivamente. Os investidores acompanham as notícias do setor financeiro, com o Citigroup confirmando que estuda a fusão de sua corretora com o Morgan Stanley. No segmento de tecnologia, o Wall Street Journal noticiou que Carol Bartz, ex-presidente da Autodesk, aceitou assumir a presidência-executiva do Yahoo.

Dentro do Ibovespa, a ação PN da Petrobras segue em alta, avançando 0,54%, para R$ 23,88. Bom desempenho também para o papel PNA da Vale, que ganhava 1,48%, para R$ 26,57. Contribuindo para a variação positiva do índice, BM & FBovespa ON aumentava 2,18%, para R$ 6,54.

Atuando em direção contrária, Bradesco PN caía 3,69%, para R$ 22,40, e Itaú PN perdia 3,43%, para R$ 26,40. As siderúrgicas também mudaram de direção, com o ativo ON da CSN apontando queda de 2,52%, para R$ 33,61. Gerdau PN recuava 2,22%, para R$ 16,71.

Destaque de alta segue com o papel ON da Redecard, que subia 5,06%, para R$ 25,53. Cesp PNB apontava valorização de 4,01%, a R$ 13,99. Braskem PNA, Aracruz PNB e Comgás PNA subiam mais de 3% cada.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG