Tamanho do texto

SÃO PAULO - Depois de registrar a segunda maior perda do ano na segunda-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tem uma terça-feira de altos e baixos, sem conseguir fixar um patamar por mais de uma hora de negociações. A Bolsa abriu em alta de 1%, entrou em queda de 1,05% e, após uma leve retomada das compras, ficou estável, registrando ganho de 0,23% às 15h. Seguindo essa mesma rota de instabilidade, o Ibovespa registra 36.318 pontos.

De acordo com o diretor da InTrader, Edson Hydalgo Júnior, a bolsa tentou uma recuperação de preços, mas a consolidação para um período de compras passa pela firmeza do mercado externo. "A questão é a que a economia segue em trajetória de desaquecimento, o que deixa o mercado morno", resume o diretor.


Em Wall Street, o Dow Jones perde 0,40%, depois de praticamente zerar os ganhos do dia, ficando abaixo dos 7 mil pontos. O Nasdaq perde 0,17%. O único indicador econômico do dia não trouxe alívio. O índice vendas de casas pendentes caiu 7,7% em janeiro, para 80,4, o menor nível desde o início da série em 2001.

Observando a Bovespa graficamente, Júnior avalia que o índice tem que defender os 36.500 pontos para continuar dentro do canal de alta de curto prazo que mira nos 42 mil pontos. Caso tal patamar seja perdido, a próxima parada do Ibovespa fica nos 33.500 pontos.

O especialista também enfatiza que o mercado brasileiro segue firme se comparado aos pares internacionais. Enquanto Dow Jones e S&P recuam mais de 20% no ano, o Ibovespa cai pouco menos de 3%.  "Mas não dá para saber se vamos seguir descolados desse jeito" , afirma.

Câmbio

Indicando uma redução na aversão ao risco, o dólar perde valor para o euro, o ouro opera em baixa e o petróleo acena com valorização. Tal cenário também tem impacto sobre o mercado de câmbio local, estimulando uma correção de preço depois da forte puxada de ontem. Por volta das 13h20, o dólar valia R$ 2,437, queda de 0,25%.


Leia também:

  • Bolsas da Ásia encerram em baixa nesta terça-feira
  • Bolsas de Paris e Frankfurt registram valorização; Londres declina 

    (Com informações do Valor Online)

    • Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.