Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa tem leve baixa de 0,06% e dólar recua pelo 3º dia, a R$ 1,771

SÃO PAULO - Apesar da volatilidade permanecer no mercado brasileiro, o movimento de venda prevalece na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), afastando o índice dos 70 mil pontos. Com mínima de 69.411 pontos e máxima de 70.

Valor Online |

183 pontos, o Ibovespa recuava 0,06% por volta das 14h40, a 69.935 pontos, com giro de R$ 3,13 bilhões. Pesam sobre o pregão desta quinta-feira a baixa das bolsas americanas e o recuo das commodities, que prejudica o desempenho de ações de peso, como as da Vale.

No mercado americano, os índices acionários seguem em queda, na mesma direção das commodities. Há pouco, enquanto o índice Nasdaq recuava 0,24%, o S & P 500 perdia 0,26% e o Dow Jones caía 0,16%.

Na agenda de indicadores, o Departamento do Comércio revelou que a balança comercial dos Estados Unidos teve déficit de US$ 37,3 bilhões em janeiro, decorrente de exportações de US$ 142,7 bilhões e importações de US$ 180 bilhões. No último mês de 2009, o déficit comercial foi maior, equivalente a US$ 39,9 bilhões.

Já o Departamento do Trabalho americano mostrou queda nos novos pedidos de seguro-desemprego na semana terminada no dia 6 de março, de 6 mil, para 462 mil requerimentos.

No mercado acionário brasileiro, os papéis ON da OGX Petróleo lideram as altas do Ibovespa, com valorização de 4,29%, a R$ 17,74. As ações também apresentam o maior volume negociado na Bolsa, com R$ 490,3 milhões. Ainda hoje, após o fechamento do pregão, a empresa divulga o resultado do quarto trimestre de 2009 e do fechado do ano.

No setor petrolífero, a britânica BP confirmou que vai pagar US$ 7 bilhões à americana Devon Energy por um conjunto de ativos que lhe permitirá atuar na exploração de petróleo nas reservas da costa brasileira e do pré-sal e ampliar sua presença no Golfo do México. O grupo de ativos adquiridos da Devon compreende participações em dez blocos exploratórios no Brasil.

Entre as blue chips, enquanto o papel PN da Petrobras opera no campo positivo, com alta de 0,56%, a R$ 37,21, a ação PNA da Vale recua 1,01%, a R$ 46,58.

O mercado reage à possibilidade de a Vale emitir bônus denominados em euros no mercado de capitais global. Segundo nota divulgada pela empresa, os recursos serão usados para atender a " propósitos corporativos em geral " .

A mineradora pediu a listagem dos bônus na Bolsa de Luxemburgo e notou que os papéis serão obrigações sem garantias e serão " pari passu " a todas as obrigações da Vale de natureza semelhante.

No setor siderúrgico, a ação ON da CSN segue atraindo compras e, há pouco, avançava 1,24%, a R$ 68,40. Já o papel Usiminas PNA se desvalorizava em 0,43%, a R$ 56,75.

Entre as maiores altas do Ibovespa, estavam, além dos papéis da OGX, as ações PNA da Braskem, com ganhos de 4,12%, a R$ 13,39, e os ON da B2W, com apreciação de 2,26%, a R$ 41,14.

Na ponta de venda, as units da ALL recuavam 2,13%, a R$ 16,53 , enquanto os papéis ON da JBS caíam 2,15%, a R$ 9,09.

No mercado de câmbio, o movimento de venda prevalece sobre os negócios e a cotação da moeda americana retoma para patamares de janeiro. Há pouco, o dólar comercial recuava 0,11%, pelo terceiro dia, a R$ 1,771 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG