Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa tem forte queda; dólar cai após intervenção do BC

SÃO PAULO - O índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) voltou a operar em forte baixa hoje e recua mais de 6%, em linha com a piora dos mercados em Nova York. Por volta das 16h05 (de Brasília), o Ibovespa cedia 6,43%, a 32.816 pontos, na mínima do dia até o momento.

Redação com Valor Online |

 

Acordo Ortográfico

No mesmo horário, nos Estados Unidos, o índice Dow Jones perdia 2,54%, o S&P 500 recuava 3,29% e o Nasdaq 100 caía 3,93%.

Entre as ações de primeira linha (blue chips), as ações preferenciais (PN) da Petrobras tinham baixa de 5,43% e as ações PN classe A (PNA) da Vale recuavam 7,05%.

Dólar

O dólar, que disparava no início do pregão e chegou a ser cotado a R$ 2,523, por volta das 15h recuava 4,03% após a intervenção do Banco Central, cotado a R$ 2,285.

Nesta quinta-feira, o Banco Central anunciou que decidiu implementar programa de venda de contratos de swap cambial no valor de até US$ 50 bilhões. A medida surtiu efeito e inverteu o sinal do dólar, que passou a cair no mercado doméstico.

Segundo nota, a decisão faz parte da estratégia "de mitigação do impacto da crise financeira internacional sobre a economia brasileira". A autoridade monetária explica que as vendas serão realizadas "de acordo com as necessidades de liquidez dos mercados".

Expectativas

As expectativas para o pregão desta quinta-feira são incertas. Dados a ser divulgados nos Estados Unidos, além de balanços apresentados na noite de ontem, tendem a orientar os negócios, que foram bastante negativos nessa quarta-feira.

Se o mercado internacional mantiver a onda de zeragens de posição em mercados emergentes, a trajetória por aqui tende a ser pessimista também. Depois que o governo divulgou a Medida Provisória 443, que permite, entre outras coisas, estatizações de bancos privados por meio de bancos públicos, o mercado teme que a qualquer momento seja anunciada a quebra de alguma instituição no Brasil.

Na agenda local o mercado conta com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) de outubro, o Índice de Preço ao Consumidor Semanal da terceira semana de outubro medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A entidade também divulga a sondagem do consumidor feita neste mês. O Banco Central (BC) também apresenta a nota do setor externo.

Nos Estados Unidos, serão divulgados o levantamento semana do pedido de seguro-desemprego no país e o índice de preços do setor imobiliário. No âmbito corporativo, o mercado pode repercutir também os balanços da Amazon, da United Airlines e da Philip Morris, conhecidos ontem.

Mais notícias

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

Leia mais sobre dólar e bovespa

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG