Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa tem 4ª queda e juros sobem

Sinais de deflação nos Estados Unidos e o futuro incerto das montadoras e dos bancos no país ampararam novas quedas das bolsas pelo mundo todo ontem. Diante do maior recuo do índice de preços ao consumidor (CPI) em outubro nos EUA em 61 anos, o mercado elevou as expectativas de nova redução dos juros pelo Federal Reserve, o que foi sinalizada pela ata da reunião do Fed de outubro, divulgada ontem à tarde.

Agência Estado |

Na Europa, a Comissão Européia prepara um pacote de estímulo à economia da região de ¿ 130 bilhões. O mercado também não descarta novos cortes de juros pelo BCE e o Banco da Inglaterra. No Brasil, o arrefecimento da inflação também abriria espaço para a manutenção da taxa Selic em dezembro, em 13,75% ao ano. Diante do declínio das bolsas em Nova York, na Europa e na Ásia, a Bovespa caiu pela 4ª sessão, desta vez 2,02%, aos 33.404,55 pontos. A perda nesse período foi de 7,19%.

Nos juros, a queda traçada desde sexta-feira foi interrompida em meio à pressão no câmbio e a volatilidade dos ativos financeiros no exterior. O juro de janeiro de 2010 avançou a 14,92%. O dólar subiu pela 3ª vez, para R$ 2,385 (2,58%) no balcão, pressionado por especulações que têm como pano de fundo os contratos de swap cambial vendidos pelo Banco Central.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG