Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa sustenta alta e defende os 40 mil pontos

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando em território positivo. Apoiado nas ações da Petrobras, Vale e siderúrgicas, por volta das 14h45 o Ibovespa registrava alta de 1,57%, aos 40.

Valor Online |

002 pontos, com giro financeiro em R$ 1,96 bilhão.

O dia começou de forma negativa, mas a valorização das commodities no mercado externo acabou estimulando as compras por aqui.

Liderando o volume negociado, Vale PNA subia 3,13%, para R$ 27,00, e Petrobras PN ganhava 2,82%, negociada a R$ 24,42.

O setor siderúrgico também registra alta, com o papel ON da CSN avançando 0,69%, para R$ 34,72. Usiminas PNA aumentava 0,40%, para R$ 29,57.

Evitando um melhor desempenho do índice, os bancos apontam para baixo, alinhados aos pares internacionais. Bradesco PN caía 2,19%, para R$ 22,75, Banco do Brasil ON recuava 2,03%, a R$ 15,43, e Itaú PN se desvalorizava 1,42%, a R$ 26,95.

A melhora de humor na Bovespa também influi na cotação do dólar, mas não tem força suficiente para fazer a moeda mudar de direção. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,305 na compra, alta de 0,30%. Já no mercado futuro, o dólar com vencimento em fevereiro subia 0,26%, a R$ 2,302.

Em Wall Street, o pregão é instável com os investidores assimilando as notícias do setor financeiro. O Citigroup confirmou que negocia a fusão de sua corretora com o Morgan Stanley. Há pouco, o Dow Jones ganhava 0,08%, depois de um passeio pelo território negativo. Já a bolsa eletrônica Nasdaq tinha alta de 0,95%.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG