Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa supera 3% de alta; dólar tem leve baixa e sai a R$ 2,388

SÃO PAULO - A terça-feira é de forte valorização para a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Amplificando a sinalização externa, por volta das 13h10, o Ibovespa subia 3,35%, para 39.

Valor Online |

604 pontos, com giro financeiro em R$ 1,06 bilhão.

Ganhos também são observados em Wall Street, onde os investidores aguardam a decisão de juro do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, que deve anunciar uma nova redução na taxa básica de juros do país, atualmente fixada em 1% ao ano. Há pouco, o Dow Jones ganhava 1,07% e o Nasdaq subia 1,62%.

A formação da taxa de câmbio segue bastante volátil, com a moeda à vista resistindo a uma tentativa de baixa. Há pouco, o dólar comercial tinha leve queda de 0,04%, a R$ 2,388 na venda. O dólar para janeiro, negociado na BM & F, caía 1,03%, a R$ 2,398.

O gestor da Vetorial Asset, Sérgio Machado, notou que hoje o ímpeto comprador na Bovespa tem "vida própria" e está bem mais forte do que o observado no mercado externo.

O destaque segue com as ações da Petrobras, mas Machado reforça que a alta é bastante disseminada, tanto dentro quanto fora do índice. Sinal disso é que apenas 3 dos 66 papéis que compõem o Ibovespa apresentavam queda.

" É o rali de final de ano que parece estar vindo. É algo normal, ainda mais depois de um movimento de correção muito grande " , avalia o especialista.

Segundo Machado, é perceptível a presença do capital estrangeiro do mercado. Sinal claro disso é a redução no saldo negativo desses investidores na Bovespa, que chegou a ser de menos R$ 3 bilhões até 5 de dezembro, e caiu para menos R$ 585 milhões no acumulado do mês até a quinta-feira da semana passada.

De acordo com o gestor, o investidor balança entre a ganância e o medo e como não apareceram mais novidades extremamente negativas, a ganância começa a superar o medo.

" De alguma forma o investidor começa a buscar alternativas. Lá fora, as taxa de juros são pífias. Há uma busca por melhores rendimentos. "
Dentro do Ibovespa, Petrobras PN subia 4,23%, a R$ 23,88, e Vale PNA ganhava 2,91%, a R$ 25,55. Entre as siderúrgicas, Gerdau PN registrava elevação de 2,68%, a R$ 16,07, e CSN PN aumentava 4,54%, para R$ 30,16.

Os bancos também recuperavam as perdas de ontem, Bradesco PN aumentava 4,27%, a R$ 25,32. Itaú PN tinha alta de 4,82%, saindo a R$ 29,35, e Banco do Brasil ON subia 3,89%, negociado a R$ 15,48.

Na ponta oposta, as únicas baixas era de Vivo PN, que desvalorizava 1,06%, a R$ 35,18. Natura ON caía 0,93%, para R$ 35,18, e B2W Varejo recuava 0,03%, a R$ 25,59.

Fora do índice, OGX Petróleo apresentava alta de 8,59%, a R$ 445,02. SCL Agrícola ON subia 7,14%, a R$ 15,00.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG