Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa sobe mais de 3,5% e retoma os 36 mil pontos; Dólar recua

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) acentua o movimento de alta e retoma o patamar dos 36 mil pontos. Deixando de lado a instabilidade do começo do dia, por volta das 14h30 o Ibovespa apresentava alta de 3,53%, aos 36.

Valor Online |

041 pontos, com giro financeiro de R$ 1,83 bilhão.

Os negócios na bolsa brasileira foram impulsionados depois que os investidores norte-americanos superaram as perdas do começo do dia e passaram o operar em território positivo. A tentativa de alta em Wall Street acontece apesar de uma nova seqüência de dados confirmando o quadro recessivo da economia. Há pouco, o Dow Jones subia 0,75%, enquanto o Nasdaq ganhava 2,11%.

Pelo segundo mês consecutivo, a crise levou os norte-americanos a poupar dinheiro. Enquanto a renda avançou 0,3% em outubro, os gastos caíram 1%. Tal comportamento ajuda a explicar a redução no nível de atividade do país, onde o consumo responde por 70% do Produto Interno Bruto (PIB).

Trazendo um tom um pouco mais positivo, os pedidos por seguro-desemprego recuaram em 14 mil na semana passada, para 529 mil. No entanto, a notícia perdeu importância, pois na mesma hora o Departamento de Comércio anunciou uma queda de 6,2% nos pedidos por bens duráveis em outubro, maior queda em dois anos. Os investidores também receberam leituras abaixo do esperado para a confiança do consumidor e para o índice de atividade em Chicago.

Com o tom positivo se acentuando por aqui e os ganhos em Nova York, o dólar também muda de direção e volta a perder valor ante o real. Há pouco, a moeda valia R$ 2,299 na venda, queda de 1,03%.

De volta à Bovespa, destaque para as ações da PN da Petrobras, que lideravam o volume negociado avançando 3,97%, para R$ 20,13. Vale PNA vem logo atrás subindo 1,96%, para R$ 24,38.

A ação PN da Sadia continua apresentando forte valorização. Há pouco, o papel valia R$ 3,78, com alta de 12,83%. Desde ontem o ativo ganhou destaque em meio a rumores negados sobre a possibilidade de venda da companhia.

Também impulsionado por expectativa de venda, os ativos da operadora TIM têm acentuada alta. O papel ON ganhava 16,92%, para R$ 6,91, e o PN subia 7,80, a R$ 3,73. Um jornal italiano informou que o conselho de administração da Telecom Itália estuda a venda da operadora de telefonia celular para a Telefónica.

Ainda dentro do índice, os bancos também registram ganhos. Bradesco PN aumentava 6,04%, para R$ 23,68. Itaú PN valorizava 7,73%, para R$ 26,60. Entre as siderúrgicas, Gerdau PN subia 7,52%, para R$ 13,86, e CSN ON tinha ganho de 5,68%, a R$ 25,64.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG