Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa sobe mais de 3% puxada por Vale e Petrobras

A Bovespa apagou totalmente à tarde todos os vestígios da realização de lucros registrada pela manhã. Nesta tarde, o principal índice renovou as máximas pontuações do dia, ao sustentar-se acima dos 41 mil pontos, com ganhos superiores a 3%.

Agência Estado |

As ações da Vale são as principais responsáveis pelo desempenho, que conta ainda com um empurrão da Petrobras, outra blue chip do pregão, e com o ótimo desempenho das ações do setor siderúrgico.

O Ibovespa registrava alta de 3,38%, aos 41.604,52 pontos, na máxima, às 16h14. Em Nova York, o índice Dow Jones caía 0,61%, o S&P tinha baixa de 0,09% e o Nasdaq recuava 0,29%, no mesmo horário.

Segundo um operador, favorece o setor de mineração e siderurgia a notícia de que o governo da China irá permitir o chamado "toll trading" de cobre, alumínio e níquel a partir de 1º de fevereiro, que se refere à importação da matéria-prima para processamento e posterior exportação como produto de valor agregado. Essa operação se qualifica para tratamento tributário preferencial, como isenção de tarifa alfandegária e imposto sobre valor agregado.

Às 16h12, Vale ON subia 6,75% e PNA, 8,55%. CSN ON, a maior alta entre as siderúrgicas, avançava 6,18%. Petrobras ON, por sua vez, tinha alta de 3,82%, enquanto a PN registrava variação de 3,42%. O petróleo subia 2,50% no contrato para entrega em fevereiro negociado na Bolsa Mercantil de Nova York, a US$ 47,50 por barril.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG