Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa sobe mais de 1% e tenta recuperação

Com uma queda que se avolumou para 12,5% no acumulado de julho até ontem, a Bolsa de Valores de São Paulo pode partir para uma recuperação nesta terça-feira, repetindo a performance da sessão anterior, quando abriu tentando reduzir a perda. Mas se o mercado acionário seguirá no tom positivo até o final do dia dependerá, e muito, do rumo de Wall Street.

Agência Estado |

Hoje, os mercados acionários de Wall Street buscam uma recuperação, mas com moderação diante da perda de ontem. O preço do petróleo no mercado futuro cai marginalmente. Às 10h07, o índice Bovespa registrava alta de 1,15% a 57.520 pontos. Refletindo os negócios do mercado futuro de Nova York, o S&P 500 e o Nasdaq apresentavam variações positivas de 0,37% e 0,28%.

Ontem, o índice Dow Jones caiu 2,11% e o Nasdaq recuou 2%. Na Europa, nesta manhã, Londres subia 0,33%, Paris e Frankfurt cediam 0,90% e 0,41%, respectivamente.

Em Madri, os papéis do banco Santander subiam 0,08%, recuperando-se após uma reação negativa inicial ao balanço, divulgado pela manhã. O Santander anunciou queda de 5% no lucro líquido do segundo trimestre deste ano, para 2,52 bilhões de euros (US$ 3,96 bilhões).

Segundo uma fonte, as ações do grupo de Eike Batista não devem devolver muito dos ganhos de ontem. As ações ordinárias (ON) da Iron X e da LLX, oriundas da cisão parcial da MMX Mineração, subiram 27,26% e 23,12%, nesta ordem, para R$ 26,61 e R$ 4,90, respectivamente. A MMX ON caiu 7,10%. "Na cisão, atribuiu-se um valor maior à MMX e valores menores para os outros dois papéis, por isso houve essa reação. No resultado final, a valorização somada dos novos papéis foi relativamente pequena e há ainda espaço para prosseguirem em alta", disse.

A Perdigão, cuja ação fechou em baixa de 3,41% ontem, deve reagir ao balanço, divulgado à noite. A empresa anunciou prejuízo de R$ 881,8 milhões no segundo trimestre de 2008, contra lucro de R$ 70,8 milhões em igual período do ano passado. O lucro líquido ajustado foi 44,7% maior, de R$ 102,5 milhões entre abril e junho.

As ações ON da Hypermarcas também devem ter um dia ativo, com a confirmação de que a empresa adquiriu as marcas locais da Revlon Inc. (REV) por US$ 104 milhões, em dinheiro. Entre as marcas está a Bozzano, que vende produtos para cuidados masculinos de cabelos e barba. No início do mês, a Hypermarcas levantou R$ 612 milhões com sua oferta pública inicial na Bovespa.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia em queda de 0,58% aos 56.869 pontos (ainda o menor patamar desde 23 de janeiro - 54.234.8 pontos), cedendo à piora em Wall Street após chegar a subir 1,71% pela manhã. O volume negociado de R$ 3,990 bilhões foi o menor valor desde o dia 4 de julho (R$ 2,812 bilhões), com a ressalva de que, naquela data, era feriado norte-americano.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG